jornalbocadopovo.com - MANHUMIRIM (MG) - Direção João Rosendo - JOSÉ GERALDO BARBOSA
 

 

 

 
 
             
I
 

MANHUMIRIM EM DESTAQUE

 Por José Gerado Barbosa

JUBILEU DO BOM JESUS: PRESENÇA DOS MISSIONÁRIOS SACRAMENTINOS DE NOSSA SENHORA

Graças à constante, perseverante e atrativa presença dos missionários sacramentinos em todas as celebrações do Centenário do Jubileu do Bom Jesus, tudo foi uma alegria só. Tudo aconteceu como devia. Tudo foi felicidade, porque agiram com amor e receberam esse mesmo amor do querido e fiel povo de Manhumirim e região.

Dos 100 anos de Jubileu, 89 foram animados pelos missionários, sempre primando pela espiritualidade litúrgica e pela devoção popular, como queria o Servo de Deus, Pe. Júlio Maria. Assim, vale a pena repetir o que ele falou: “De todos os lados chega o povo cantando, enternecido, o milagre alcançado, a graça obtida, o perigo removido, pela proteção do Bom Jesus”.

E assim foi! E que assim sempre seja!

Estão de parabéns os missionários seguidores do fundador!


(foto de Andressa Aguiar)

 

ELEITA DIRETORIA DA ACADEMIA MANHUMIRIENSE DE LETRAS

Ficou estabelecido o dia 30 de setembro para posse da diretoria e demais membros da Academia Manhumiriense de Letras, no Colégio Santa Teresinha, a partir das 18 horas.

Criada para reunir num seleto grupo, artistas, escritores, letristas, autores, jornalistas, compositores, poetas e poetisas, colunistas, entre outros ligados à arte, teve incentivo do governo municipal e vereadores para se tornar realidade.

E agora, tem sua diretoria escolhida e que será empossada na data aprazada. São eles: presidente/Célia Maria Barbosa Rodrigues (foto), vice/Lourdes Bernadete Ferreira Rodrigues, secretárias/Luci Porcaro Nunes e Ana Maria de Carvalho Leite, tesoureiro Sebastião Tristão Ribeiro e Luciana Siqueira Andrade; Conselho Fiscal/ Eromyr Mendes Ruiz, José Geraldo Barbosa e Solange Nasser Vicente e Suplentes/ Pe. Demerval Alves Botelho, João Rosendo Alvim Soares e Telma Januária Vieira.

Trinta é o total de membros.

PROFESSOR LANÇA LIVRO SOBRE PADRE JÚLIO MARIA

O  professor manhumiriense, Paulo César Mendes Vieira, autor da “Brincadeira: poesias de menino, meninices de poeta”, está divulgando seu segundo livro: “Um francês em nossa terra” descrevendo “Pe. Júlio Maria de Lombaerde, vida e obra em versos”.

O livro é uma narrativa de 35 capítulos, ilustrações em desenho, contando a vida do missionário, do berço, na Bélgica, ao túmulo, em Manhumirim.

As perseguições que ele sofreu, sua luta e sobretudo, sua fé em Deus e o ardor missionário na Virgem Maria.

Esta bela obra propõe uma leitura fácil, rápida, leve e agradável para se entender um período que talvez seja o mais importante da história de Manhumirim: os 16 anos em que Pe. Júlio Maria de Lombaerde viveu na cidade e produziu o seu legado em obras físicas, dezenas de livros e duas congregações de padres e de irmãs religiosas para o trabalho missionário católico no Brasil, que são os (as) Sacramentinos (as) de Nossa Senhora.

(foto de João Rosendo)

JUBILEU DO BOM JESUS: PRESENÇA DO POVO DE DEUS

Em tempo algum se viu uma concentração de fiéis tão presentes no Santuário do Bom Jesus, de 07 a 14 de setembro. Como participaram ativamente de todas as 51 missas, das confissões, das celebrações solenes, dos momentos culturais, do espaço de convivência.

Em momento algum, o santuário ficou vazio. A peregrinação foi intensa! A veneração à imagem do Bom Jesus foi constante!

E ainda maior, foi o agradecimento junto ao túmulo do Servo de Deus, pelas graças alcançadas!

E todos se vislumbraram com a beleza arquitetônica do Santuário, do Seminário Apostólico.

Mas, vibraram com amor mesmo, foi com as bênçãos recebidas do Senhor Bom Jesus. Que tempo especial!

Que tempo maravilhoso aconteceu em Manhumirim nessa festa do Centenário do Jubileu!

Ô Glória!


(foto de Andressa Aguiar)

 

  

 

 

 

 

PARA ACESSAR MATÉRIAS ANTIGAS DO COLUNISTA JOSÉ GERALDO BARBOSA CLIQUE ABAIXO NO LINK:

CULTURA

 

Jornal Boca do Povo - CULTURA - DIREÇÃO JOÃO ROSENDO -Copyright 2010 - Todos os direitos reservados