I
 
 
- Para alguns políticos de Manhumirim que em total desrespeito aos diretores de escolas, pais e alunos abandonaram o desfile cívico de 16 de março para irem almoçar com o Ministro Carlos Lupi. Total falta de protocolo por parte de quem organizou o evento. Uma visita tão importante deveria ter sido mais divulgada e o cerimonial feito por quem entende. Amadorismo geral! Aliás, isso não é novidade vinda da prefeitura de Manhumirim. Deveriam ter marcado outra hora para a entrega de placas para o ministro. A festa fugiu do protocolo, não foi realizada na sede da câmara como prevê a Lei Orgânica e ainda se confrontou com o desfile cívico. Falta de competência para organizar festa, falta de educação e desrespeito com os participantes do desfile de 16 de março que ensaiaram coreografias, fizeram roupas especiais e perderam dias e dias para apresentarem um espetáculo bonito para o público. Enquanto isso, os políticos estavam de costas para o desfile batendo papo no coreto. Nota zero!


- Para algumas pessoas que ainda não se ligaram com a questão ambiental e ainda continuam jogando lixo no rio ou na rua. A sujeira que o morador joga no rio volta pra dentro de sua casa em forma de enchente, pois entope os bueiros, causa doenças e prova o atraso dessas pessoas. Não custa nada colocar o lixo em sacos plásticos e aguardar a coleta. A cidade é nossa e devemos cuidar dela.


- Para alguns comerciantes de Manhumirim que vem de fora ganham dinheiro na cidade e não colaboram com nada no município. Chegam pobres, com carros caindo aos pedaços, rapidamente ficam ricos, constroem mansões, compram carros novos, e em troca dão as costas para o povo. O mais interessante é que quando chegam se mostram humildes, simpáticos e cheios de boa intenção, depois que ganham um dinheirinho mudam de cara. Passam a tratar mal os clientes, ficam prepotentes e se acham os donos da cocada preta. Já repararam que tem muitos empresários desse tipo por aí? Não patrocinam nada, não ajudam as entidades locais e não participam da vida social ou cultural do município. E olha que alguns deles se transformam até em presidente da ACIAMA. Já passou da hora do povo dar o troco e parar de comprar de quem não participa da vida da cidade. Nota zero com força!

- Para a pseudo reforma que foi feita na Praça Padre Júlio Maria de Manhumirim. Até hoje ninguém entendeu o que foi feito ali. Parece que se trocou seis por meia dúzia... Não foi plantada uma flor, as árvores continuam mal tratadas, os canteiros secos e nada foi investido no visual da obra. Além do mais, o local é usado para a realização dos eventos da cidade, era uma boa oportunidade para se construir banheiros dignos para a população e nem isso foi feito. Não dá pra entender, ou será que dá?... Nota zero!


- Para a área de saúde de Manhumirim que está deixando faltar remédios nos postinhos. De que adianta construir os prédios se lá dentro não tem remédio, o secretário chega a hora que quer e o povo tem que se sujeitar às humilhações impostas pelo sistema. Saúde é coisa séria, vocês que estão agarrados nas tetas do poder não precisam de remédios dos PSFs, mas, para quem vive do salário honesto é uma questão de vida ou morte. Mais respeito é bom e o povo gosta. Nota zero com força!


Garis no meio do lixo

- Para o sistema de transmissão de TV de Manhumirim. Quem não tem parabólica continua passando raiva com a televisão na cidade. Cada dia pior, sem manutenção profissional e um grande festival de chuvisco e cara retorcida. Nota zero!

Charge televisão


garis de Manhumirim-Para a Prefeitura de Manhumirim, que desrespeitandoas leis trabalhistase principalmente a Lei de Deus, que nos ensina a respeitar os nossos semelhantes, não se preocupa com os funcionários que trabalham na limpeza urbana. O desrespeito com os servidores é total. Eles trabalham sem luvas, sem capacetes, sem macacões e são obrigados a pegar o lixo com as mãos sem a proteção que a lei exige. Para completar o total abuso com os dignos funcionários da limpeza, eles ainda se vêem obrigados a ficar literalmente no meio do lixo, em cima do caminhão da coleta estando sujeitos a todo tipo de doença e falta de higiene. Onde está a Câmara de Manhumirim? Ninguém vê isso? Onde estão os defensores dos direitos humanos? Onde estão os defensores do funcionalismo público? Onde está o padre que agora é prefeito? Os garis são pessoas humildes, que precisam trabalhar, mas são seres humanos como o prefeito, o vice e os vereadores. Quando a gente morre, todo mundo fede, apodrece e vai para o mesmo lugar. Agora, jogar seres humanos no meio do lixo é contra a lei, é falta de respeito e principalmente falta de humanidade! Nota zero com muita força!
Veja abaixo uma foto tirada em 1985 quando o Nico Franco era prefeito. Os garis usavam botas, luvas, capacetes, macacões apropriados,recebiam insalubridade e não andavam no meio do lixo. Veja também as fotos dos funcionários da atual administração!

Garis de uniforme da época do prefeito Nico Franco

Jornal Boca do Povo - Copyright 2010 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Multimídia Informática