Notícias
 

 

 
 
             
I
Noticias
 

PROFESSOR PAULO CÉSAR MENDES VIEIRA LANÇA LIVRO SOBRE A VIDA DE PADRE JÚLIO MARIA

"UM FRANCÊS EM NOSSA TERRA" pesquisa histórica, arte em versos, pura cultura

Paulo César: um idealista que respeita nossas raízes, colabora com a preservação da história além de ser um manhumiriense de cultura e um militante das causas nobres.

O  professor manhumiriense, Paulo César Mendes Vieira, autor do “Brincadeira: poesias de menino, meninices de poeta”, está divulgando o lançamento de seu segundo livro: “Pe. Júlio Maria de Lombaerde, vida e obra em versos”.

A obra é uma narrativa em versos, ao estilo de Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto.

Em 35 capítulos, com ilustrações em desenho, conta a vida do missionário, do berço, na Bélgica, ao túmulo, aqui em Manhumirim.

Estão lá suas polêmicas com os protestantes, a maçonaria e até mesmo com o Chico Xavier.

Os mutirões para construir do hospital, seminários, convento e para finalizar as obras da matriz estão lá também.

As perseguições que ele sofreu, incluindo algumas tentativas de assassinato e a quase destruição da gráfica que imprimia o jornal O Lutador são cenas de muita ação no livro.

Segundo o professor Paulo César, a fé que ele tinha, sua atenção aos fiéis, dedicação à oração, à pregação e à evangelização através de seus livros e artigos na impressa são façanhas também abordadas na obra. E tem muito mais, até o dia em que sofre um acidente de automóvel e morre. Foram cinco dias de funeral. A cidade fica consternada e o clima se assemelha muito ao da morte de Airton Senna ou à de Tancredo Neves.

O livro do Prof. Paulo César propõe uma leitura fácil, rápida, leve e agradável para se entender um período que talvez seja o mais importante da história de Manhumirim: os 16 anos em que Pe. Júlio Maria de Lombaerde viveu na cidade e produziu o seu legado em obras físicas, dezenas de livros e duas matrizes, uma geradora de padres e outra de irmãs religiosas para o trabalho missionário católico no Brasil, que são a duas congregações sacramentinas.

O novo livro estáà venda durante o o jubileu m uma tenda no pátio da Igreja Matriz do Bom Jesus e continuará depois da festa.

Devemos considerar que um documento histórico como o livro do Paulo César "UM FRANCÊS EM NOSSA TERRA" deve ser adquirido pelas escolas (olha aí Secretária de Educação Mônica Mendonça e prefeito Luciano Machado), pois até hoje o que temos de pesquisa sobre a história de Manhumirim são os ricos livros do Padre Demerval Alves Botelho, Dom Miranda e alguns jornais antigos.

Todos devem adquirir o exemplar, pois além de ser um valiosíssimo arquivo histórico, ainda é de muita valia para que as novas gerações conheçam o grande homem Padre Júlio Maria, toda sua vida de lutas, perseguições e vitórias.

Parabéns Paulo César, você está antenado na verdadeira cultura de Manhumirim. Comentários inteligentes nas redes sociais, vida íntegra e um exímio representante de nossa cultura.

Que Deus continue iluminando suas ideias de luz.

 

 

 

O professor Paulo César Mendes Vieira e seu valioso trabalho de pesquisa sobre a vida de Padre Júlio Maria de Lombaerde, obra em versos com relatos inéditos sobre o fundador da Congregação dos Sacramentinos de Nossa Senhora

Amarildo Teixeira (Rádio Manhumirim) e o autor Paulo César Mendes Vieira

Em 1979 o artista plástico, jornalista e cineasta João Rosendo produziu um documentário sobre a vida de Padre Júlio Maria. "Foi muito difícil a pesquisa; se não fosse o Padre Demerval e seus livros, não teria como realizar o trabalho. Agora, o professor Paulo César foi iluminado para publicar o livro UM FRANCÊS EM NOSSA TERRA" - mais uma rica fonte de pesquisa. A prefeitura deveria comprar todos os exemplares e distribuir nas escolas" - enfatiza João Rosendo.

 

 

 

 

Jornal Boca do Povo - DIREÇÃO JOÃO ROSENDO - Copyright 2010 - Todos os direitos reservados