JORNAL BOCA DO POVO DE MANHUMIRIM - VERDADE E UTILIDADE PÚBLICA - DIREÇÃO JOÃO ROSENDO
 

 

 
 
             
I
Noticias
 

Indicação cobra aplicação de recursos para beneficiar famílias carentes

Vereador Helinho Mendonça defende ajuda às famílias carentes: dignidade com mais saneamento e proteção ambiental

O vereador Helinho Mendonça liderou uma indicação que foi assinada por todos os vereadores e fez um pedido à Prefeitura Municipal para que, através de suas Secretarias, desenvolva programas preventivos de combate às endemias e também racionalização dos recursos hídricos e trabalhos sociais nas comunidades de nosso município.

E que observe a emenda nº 003, do Projeto de Lei 005/2014, de autoria da Câmara, que tem como meta o atendimento de, no mínimo, 150 famílias com obras sociais, como pequenos reparos de até o valor máximo de R$ 1.300,00 (mil e trezentos reais) através de valor social, sendo a Prefeitura Municipal responsável como órgão fiscalizador.

O vereador explicou que fez esta indicação para atender as famílias carentes e que a prefeitura poderia fazer as instalações hidráulicas e reformas em banheiros de residências destas famílias de baixa renda e promover campanhas educativas.

Ele acredita que assim seria mais fácil promover o saneamento básico nas comunidades rurais e urbanas carentes, eliminar parte das fontes de contaminação dos mananciais hídricos e melhorar o ambiente onde as pessoas vivem.

Durante a reunião da Câmara que aprovou a indicação, na noite de 9 de abril, o vereador se dirigiu à tribuna em tom veemente: “A Secretaria de Obras em 2014 perdeu uma verba da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana (Sedru) para fazer 250 banheiros. Não houve tempo de assinar e o Município perdeu. A verba voltou a ser validada e o Município perdeu o prazo novamente. Eu desafio o secretário de Obras a instalar hidrômetro em casas do Bairro Nossa Senhora da Penha. Por que a dificuldade? Porque não vamos encontrar lá todas as casas com banheiros, caixas d’água, há caixas d’água sem tampas naquela comunidade, banheiros sem parte hidráulica, sem rede de esgoto bem feita. E com a emenda 003 que a Câmara foram destinados recursos na Lei de Diretrizes Orçamentárias, no Plano Plurianual e na Lei Orçamentária. A Prefeitura tem que gastar os recursos para onde eles foram destinados, pois somos os representantes do povo para legislar e o fizemos a pedido de muitas pessoas e a lei tem que ser cumprida.” Ele também lembrou de outras ações defendidas nas emendas feitas em 2014 pelos vereadores: “Nós destinamos recursos para a construção de um canil municipal, um horto florestal, a compra de uma área para a construção de casas para servidores municipais, para que eles possam adquirir suas moradias com pagamentos facilitados. Também destinamos recurso para a compra de uma área onde pode ser construído um distrito industrial. Desta forma o Município pode socorrer microempresários, gerando emprego e renda. Em Manhuaçu, por exemplo, tem sempre shows, festas, mas quem as realiza é a iniciativa privada. Mas empresário nenhum vai investir numa cidade em que ele precisa comprar terreno, colocar toda a infraestrutura, enfim, pagar tudo para fazer um evento. Mas se o Município tem a área, o empresário investe.Temos que buscar parcerias público-privadas. Nossos jovens estão sem eventos para ir e principalmente sem emprego, ficando muitas vezes à mercê do tráfico de drogas. Pessoas sem empregos, sem banheiros nas casas, onde está a dignidade? Precisamos trabalhar juntos, Executivo, Legislativo, empresários. Por isto eu quero que a Prefeitura cumpra o que está nas leis municipais com as emendas que aprovamos”, disse Helinho.

 

Vereador desabafou na tribuna por programas sociais, defesa ambiental e cumprimento de ações que já têm recursos previstos na Lei Orçamentária por emendas dos vereadores

 

Jornal Boca do Povo - DIREÇÃO JOÃO ROSENDO - Copyright 2010 - Todos os direitos reservados