Notícias
 

 

 
 
             
I
Noticias
 

PRESIDENTE DA CÂMARA SERGINHO BOREL RECEBE A CHAVE DA CÂMARA DAS MÃOS DE ROBERTO BOB

Eleito com sete dos onze votos dos vereadores da Câmara Municipal de Manhumirim, o vereador presidente Sérgio Borel recebeu no início da primeira semana de janeiro de 2017 a chave da sede da sede do legislativo.

Serginho Borel, como é conhecido na cidade, é um homem simples, humilde e muito dedicado ao povo do município.

Amigo de todos os vereadores foi quase unanimidade como presidente da casa, só não recebendo os votos de três vereadores que votaram na outra chapa (Xandinho, Juninho Marrequinho e Ana Paula Destro) e uma abstenção (Jésus Aguiar).

O jovem político falou aos presentes por ocasião de sua posse, sempre com o mesmo tom de humildade e muita simpatia pelas causas do povo:

-" Excelentíssimo Senhor Presidente em exercício da Câmara Municipal, Roberto Bob, Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal, , Luciano Machado  Excelentíssimo Senhor Vice-Prefeito Municipal, Carlos Alberto, Excelentíssimos Senhores Vereadores e  autoridades aqui presentes, que, nas suas pessoas, cumprimento cada familiar, cada amigo e amiga dos senhores Vereadores; demais autoridades, Imprensa, assessores, líderes comunitários, funcionários da Câmara Municipal, a quem cumprimento nas pessoas, funcionários da Prefeitura, minhas senhoras, meus senhores. Venho a esta tribuna, provisoriamente em nome dos senhores Vereadores de Manhumirim, com a certeza de que atravessamos um momento sublime e histórico na Cidade.

A cada 04 anos o povo tem a oportunidade de eleger seus representantes para o Poder Legislativo e para o Poder Executivo. Por isso, alguns de nós Vereadores irão recomeçar um trabalho e outros receberam a confiança e uma missão de seus co-cidadãos. Os que reiniciarão um trabalho trazem em si a ideia que o caminho percorrido nos últimos 04 anos atendeu as expectativas de seus eleitores.

Os que iniciarão um trabalho terão a oportunidade de demonstrar que o voto foi acertado e que esta chance é um presente, porque ser reconhecido com antecipação é sempre isso que representa. Há uma expectativa muito grande do eleitor em relação ao eleito: que este cumpra exatamente o que se comprometeu durante a campanha e, admitamos, é o mínimo que podemos fazer em respeito à confiança que nos foi antecipada.
 E assim, a experiência daquele que reiniciará um trabalho não significará qualificação e, da mesma forma, a aparente inexperiência de quem o iniciará, não significará justificativa para uma ação parlamentar miúda.

 A população não aceita de jeito nenhum a acomodação do político e é isso que faz da política séria e comprometida uma prática formidável. O povo espera que cada um de nós conte uma história, uma história que transforme para melhor a sua vida, a vida das pessoas.
 À margem das esperanças, dos anseios e dos desejos do nosso querido povo de Manhumirim, uma doença que causa inquietude: a corrupção, que está impregnada em todas as instituições e, isso é muito triste..., principalmente, para quem vê e age na política com espírito republicano.

Esta realidade, conquanto revele a verdadeira faceta de algumas pessoas, também é causa de desconforto e de afastamento de homens e de mulheres de bem da política, principalmente das mulheres, mais polidas na seara da ética e, muitas vezes, mais preparadas que os homens para resistir às tentações maléficas da corrupção.
Esta infeliz verdade, esta desconfiança em torno dos políticos, causada pela sensação de que todos são corruptos, nos revela mais uma missão, isto é, de fazer a diferença, a começar por uma atuação independente e honesta no exercício do cargo público que recebemos como um presente antecipado do povo.


Vossas Excelências, Vereadores de Manhumirim, os caminhos que também percorreram até chegarem aqui.

Chegamos até aqui para contarmos a nossa verdade. E a minha verdade, que, certamente, não é diferente da verdade de cada um de suas Excelências Vereadores é que, como disse o filósofo Nietzsche, percorremos variados caminhos até chegarmos aqui.

Os caminhos que percorremos e que compõem a nossa poesia é o que, certamente, nos dão a força necessária para contar a história que a nossa querida Manhumirim espera de nós. Sejamos, pois, altivos, agradecidos e sempre merecedores da confiança que o povo nos depositou.

Façamos o que de melhor esperam de nós, alimentemos suas esperanças e quem sabe, com uma atuação ilibada, comprometida com a confiança que recebemos, possamos muito mais que contar uma história boa e proveitosa para o nosso povo: possamos, enfim, iniciar uma mudança na atuação “do político” para provar que a política e os políticos não são todos iguais e que é possível ser político e ser honesto.

Estamos prestes a começar o melhor ano da vida da nossa cidade. A sorte está lançada. Vamos à luta. Nós somos os senhores do nosso próprio destino. Façamos por merecer essa honrosa e histórica tarefa.
Que Deus ilumine a todos. Muito obrigado!"

Parabéns ao novo presidente Serginho Borel e ao ex Roberto Bob, que fez um excelente trabalho, entregou a Câmara com as contas em dia e tudo como manda a lei.

 

Serginho Borel, novo presidente da Câmara de vereadores, recebendo das mãos de Roberto Belarmino Fagundes (Bob) a chave da sede do Legislativo de Manhumirim

O vice prefeito Carlos Alberto Gonçalves (Betão), Josimar Moura - Secretário do Meio Ambiente, ex presidente Roberto Bob, vereadores Dedé e Frederico Franco e o presidente Serginho Borel

 

Jornal Boca do Povo - DIREÇÃO JOÃO ROSENDO - Copyright 2010 - Todos os direitos reservados